Natureza

Jacaré de Hitler morre na Rússia

O animal nasceu nos Estados Unidos e sobreviveu aos bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

O jacaré “Saturno”, que sobreviveu à Segunda Guerra Mundial e sobre o qual uma lenda diz pertencer à coleção de Adolf Hitler, morreu aos 84 anos no zoológico de Moscou, informou a instituição.

O jacaré nasceu no Mississippi por volta de 1936 e foi levado quase imediatamente ao zoológico de Berlim, de onde escapou após os atentados da RAF britânica em 23 de novembro de 1943, disse o zoológico de Moscou em sua conta oficial no Instagram.

Como o jacaré sobreviveu nos próximos três anos é um mistério. Sabe-se apenas que os soldados britânicos o encontraram em 1946 e o ​​entregaram à URSS “, afirmou a instituição.

Em julho de 1946, ele chegou a Moscou. “Quase imediatamente nasceu o mito de que o jacaré fazia parte da coleção de Hitler e não do zoológico de Berlim”, acrescentou.

A imprensa russa observa que em 1968 foi feita uma tentativa de emparelhar “Saturno” com uma fêmea chamada “Shipka” do zoológico de Chicago.

“Shipka” era 30 anos mais novo que “Saturno”, mas acabou sendo estéril e morreu repentinamente.

O jacaré “ficou tão chateado que se recusou a comer por muito tempo”, diz o portal de notícias Meduza,

“Saturno” viveu 74 anos no zoológico de Moscou. Tendo vivido 84 anos “é uma idade respeitável” para esse tipo de réptil, um “Alligator mississippiensis”, dado que na natureza esses jacarés costumam viver apenas entre 30 e 50 anos, explicou a instituição de Moscou.

 

Facebook Comments Box

Leave a Reply

Your email address will not be published.