Global

Carros e vans a gasolina serão proibidos no Reino Unido após 2030

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, confirmou a antecipação do plano regional para reduzir a emissão de CO2 e outros gases poluentes nas estradas. A partir de 2030, a venda de carros e vans que rodam a partir de gasolina ou diesel estará proibida.

Inicialmente, Johnson só colocaria o plano em prática em 2035, mas resolveu antecipar o limite. A data antiga agora virou o prazo para o fim da venda de modelos híbridos.

Um dos motivos da aceleração é a pandemia da covid-19, que prejudicou a economia — algo que pode ser amenizado com a criação de novos empregos para a indústria de carros elétricos e benefícios fiscais generosos a quem desde já adquirir automóveis menos danosos ao meio-ambiente.

Primeiro passo
A meta de Johnson envolve ainda fazer uma “revolução verde”, com diversos planos de sustentabilidade até 2050. Um deles é a criação de “clusters industriais” para desenvolver tecnologias que capture, armazenem e utilizem as emissões de dióxido de carbono de forma mais eficiente.

Parte do orçamento da “revolução verde” será distribuída para ampliar o fornecimento de energia por modalidades alternativas, como parques eólicos, uso de hidrogênio em residências e até usinas nucleares de baixa escala.

O Reino Unido deve detalhar as etapas na edição do ano que vem da COP26, conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) que acontece em Glasgow, na Escócia.

Facebook Comments Box

Leave a Reply

Your email address will not be published.